Polícia

VÍDEO: PRF apreende 3 t de agrotóxico contrabandeado em meio a adubo

Agrotóxico teve registro negado pela Anvisa

Gerciane Alves Publicado em 23/02/2016, às 19h03

None
img-20160223-wa0068.jpg

Agrotóxico teve registro negado pela Anvisa

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu na manhã desta terça-feira (23) em Campo Grande no Km 476 da BR-163 aproximadamente três toneladas de agrotóxico de origem paraguaia camuflados em uma carga de adubo.

De acordo com informações policiais, o agrotóxico apreendido é do tipo “Benzoato de Emamectina” e teve registro negado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) em 2007 por ser considerado tóxico para o sistema neurológico. No Brasil, o agrotóxico foi liberado para utilização pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) somente em caso extremos.

Depois de desconfiarem da carga de uma carreta e durante fiscalização minuciosa constataram que tratava-se de contrabando de agrotóxico paraguaio. Além do contrabando, também foi constatado que o motorista, de 37 ano, portava CNH (Carteira Nacional de Habilitação) com indícios de falsificação além do veículo ter sinais de adulterações dos caracteres de identificação.

Aos policiais o motorista afirmou que receberia R$ 5 mil pelo transporte do contrabando de Sete Quedas/MS até Sonora/MS e em relação à CNH afirmou que teve sua habilitação suspensa por dirigir embriagado e comprou a falsificada por R$ 2 mil em Anápolis/GO. A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Federal em Campo Grande.

Jornal Midiamax