Polícia

Turistas são flagrados com carga de carne de jacarés abatidos ilegalmente no Pantanal

Também haviam 80 kg de pescado

Clayton Neves Publicado em 05/10/2016, às 18h37

None
unnamed_1.jpg

Também haviam 80 kg de pescado

Durante operação pré-piracema, equipe da PMA (Polícia Militar Ambiental) apreendeu 52 quilos de carne de jacaré, fruto de caça ilegal, além de 80 quilos de pescado de diversas espécies fora das medidas permitidas por lei e com sinais de captura por rede. A carga foi apreendida na tarde desta terça-feira (4) durante vistoria em um ônibus, na BR-060, em Guia Lopes da Laguna, distante 234 quilômetros de Campo Grande.

Durante abordagem, cinco turistas assumiram serem proprietários da carne ilegal e da carga de pescado. Eles disseram que os jacarés haviam sido abatidos e os peixes capturados no rio Paraguai, no município de Porto Murtinho.

Como a cota de captura para cada pescador amador é de 10 quilos mais um exemplar e cinco exemplares de piranhas, o pescado também estava acima da cota permitida por lei, o que também é crime.

O veículo, a carne de jacaré, os peixes e petrechos de pesca foram apreendidos. Os infratores, de 65, 56, 42, 35 e 39 anos, todos moradores de Curitiba, no Paraná, foram presos e conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Guia Lopes da Laguna, onde eles foram autuados em flagrante por crime ambiental de transporte de pescado e de produto de caça ilegais. Eles forsm liberados após pagamento de fiança.

A pena para o transporte do pescado é de um a três anos de detenção e para a carne de jacaré é de seis meses a um ano de detenção. Os turistas também foram autuados administrativamente e receberam multas que totalizou R$ 30.400. O pescado, será doado para instituições filantrópicas depois de periciado.

Jornal Midiamax