Polícia

Suspeito de tráfico é preso em flagrante com cocaína escondida na geladeira

Comprador entregou o rapaz

Renata Portela Publicado em 19/01/2016, às 11h17

None
papelotes_de_cocaina.jpg

Comprador entregou o rapaz

Cristiano da Silva Alves, de 28 anos, foi preso em flagrante na noite de segunda-feira (18), por tráfico de drogas em Deodápolis, cidade a 260 quilômetros da Capital. Na casa dele, policiais encontraram porção de cocaína escondida na geladeira.

Consta no registro policial que equipe da Polícia Militar fazia rondas pela cidade, quando avistou uma motocicleta com dois ocupantes, em atitude suspeita. De acordo com os militares, os rapazes estavam saindo de um possível ponto de venda de drogas, então foram abordados. Com o piloto, de 24 anos, foi encontrada uma porção de cocaína.

De acordo com a polícia, o rapaz revelou que havia comprado a droga de Cristiano, por R$ 20. Com o passageiro da motocicleta, nada irregular foi encontrado. Em pesagem, foi constatado que o piloto da moto estava com meia grama do entorpecente. Após a abordagem, os policiais entraram na residência de onde a dupla na moto havia saído.

Na casa, conforme o registro policial, os militares foram recebidos por Cristiano, que ainda tentou empurrar os policiais para fora da residência na tentativa de fugir. Em buscas na residência, foi encontrada, em um compartimento da geladeira, uma porção de cocaína, totalizando 2 gramas. No armário, foi encontrada uma balança de precisão, além de um pino para armazenamento da droga.

Também segundo a polícia, foram encontradas na casa várias sacolas plásticas azuis, cortadas, semelhantes à usada para embalar o entorpecente encontrado com o rapaz de 24 anos. Na carteira de Cristiano foi encontrada uma quantia em dinheiro, supostamente proveniente da venda da droga. De acordo com os policiais, o celular do suspeito recebeu ligações de vários números diferentes durante a ocorrência, reforçando suspeita de que ele comercializava droga.

O suspeito foi detido em flagrante, encaminhado para a delegacia e autuado por tráfico de drogas.

Jornal Midiamax