Polícia

Suspeito de agressões, ex-marido não aceita separação e ameaça mulher de morte

Casal ficou junto por 2 anos

Renata Portela Publicado em 26/02/2016, às 13h05

None
474_-_gw.jpg

Casal ficou junto por 2 anos

Na manhã desta sexta-feira (26), jovem de 20 anos procurou a Polícia Civil para denunciar o ex-marido, de 23 anos, que a teria ameaçado de morte. O caso ocorreu em Anastácio, a 134 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com a vítima, ela foi casada com o rapaz de 23 anos por 2 anos e há aproximadamente 1 mês decidiu se separar. Segundo a jovem, eles têm uma filha e, na tarde de quinta-feira (25), o ex-marido foi até a casa dela, alegando que queria visitar a menina. A vítima afirma que o ex usou tal 'desculpa' para ir até a residência várias vezes para importuná-la, tentando reatar o relacionamento.

Consta no registro policial que o rapaz insistia para que eles voltassem e, com a resposta negativa da ex-mulher, o suspeito disse “Você tá brincando comigo! Eu vou vir aqui e vou te matar”. A mãe da vítima, que estava na casa, fez com que o rapaz fosse embora, mas antes de entrar no carro ele disse “E você vai ver o jeito que eu vou te matar”.

Segundo a jovem, ela já foi agredida fisicamente pelo ex-marido, mas não chegou a registrar boletim de ocorrência, por achar que ele poderia mudar o comportamento. O caso foi registrado como ameaça, qualificada por violência doméstica.

Jornal Midiamax