Polícia

Rebelião no Estado matou dois, durou 15 horas e terminou com o Choque em presídio

Detentos gravaram vídeo durante rebelião

Wendy Tonhati Publicado em 05/08/2016, às 11h24

None
02_36.jpg

Detentos gravaram vídeo durante rebelião

A rebelião na Penitenciária de Segurança Máxima de Naviraí, distante 359 quilômetros de Campo Grande, foi controlada na manhã desta sexta-feira (5), com a entrada do BPChoque (Batalhão de Choque da Polícia Militar) na unidade. Dois detentos morreram no local, sendo que um deles, foi decapitado. 

De acordo com o comandante do BPChoque, tenente-coronel Marcos Paulo Gimenez, os militares entraram na penitenciária por volta das 6 horas. “Entramos, contivemos a rebelião, os presos foram isolados e está sendo feito o procedimento de limpeza das celas”, explica. 

Um vídeo foi gravado pelos detentos dentro do presídio e divulgado em redes sociais. A rebelião teria sido causada por causa de rixas entre as facções criminosas PCC (Primeiro Comando da Capital) e Comando Vermelho e os presos teriam exigido a transferência de ‘desafetos’. Há informações de presos com ferimentos mais graves que já haviam sido retirados do local. Segundo o comandante do BPChoque, após a entrada dos militares na unidade apenas feridos leves receberam atendimento. 

 O diretor da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul), Ailton Stropa, também está no local. Conforme o diretor da Agepen, cerca de 50 detentos serão transferidos para várias unidades penais do Estado e os destinos não são divulgados por questões de segurança. “Estamos tomando as providências, as transferências serão feitas e recuperando o presídio para colocar em funcionamento o mais rápido”, diz. 

Rebelião

Os presos iniciaram a briga por volta das 15 horas da quinta-feira (4) e depois de se recusarem a retornar para as celas após banho de sol, e ainda exigiam a retirada de alguns internos do presídio. Não houve reféns e segundo a Agepen, o reforço na segurança foi providenciado com o envio de mais agentes penitenciários e policiais militares da região e de localidade vizinhas para o presídio. 

Paranaíba

Presos do Estabelecimento Penal de Paranaíba, a 406 quilômetros de Campo Grande, fizeram um “bate grade” na noite da quinta-feira (4). De acordo com informações preliminares, o ato seria em "apoio" aos presos que se rebelaram em Naviraí.

Veja o vídeo

Jornal Midiamax