Polícia

Produtor rural e secretário são executados a tiros de 9 mm na fronteira

Os pistoleiros não foram identificados

Midiamax Publicado em 12/09/2016, às 18h40

None
img-20160912-wa03221-660x330.jpg

Os pistoleiros não foram identificados

O produtor rural Lucio Villagra Gadea e seu secretário Milciadez Sanguina Santa Cruz, de 24 anos, foram executados a tiros de pistola 9 mm na tarde desta segunda-feira (12) em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que faz divisa com Ponta Porã, a 313 quilômetros de Campo Grande. Cruz chegou a ser socorrido, mas morreu minutos depois de dar entrada no hospital.

Conforme informações apuradas pelo site Porã News, as vítimas estavam em uma caminhonete Toyota Hilux, com placa do Paraguai, quando pararam em uma rua do Bairro Santa Teresa para conversar com dois homens em uma motocicleta estrangeira, aparentemente uma Biz 110cc.

Testemunhas relataram que após alguns minutos de conversa, o passageiro do moto teria sacado a pistola 9 mm e disparado várias vezes contra as vítimas. Lucio Villagra morreu no local, enquanto Miliciadez foi socorrido e levado para o Hospital Regional de Pedro Juan Caballero, onde não resistiu aos ferimentos.

Após o ataque os pistoleiros fugiram. Populares acionaram agentes da Policia Nacional de Amambay, e também da Seção de Investigação de Delitos e da Divisão de Criminalísticas, que fizeram a perícia no local e encaminharam os corpos para o IML (Instituto Médico Legal) da cidade, a espera dos familiares.

Jornal Midiamax