Polícia

Preso por homicídio em MS vai a julgamento 13 anos após o crime

Teria matado homem a facadas

Renata Portela Publicado em 21/11/2016, às 12h10

None
23c57a8847ba1b40418ec8a4993f38a0.jpg

Teria matado homem a facadas

Na manhã desta segunda-feira (21), Claudemir França dos Santos, de 41 anos, vai a júri popular em Amambai, cidade a 352 quilômetros de Campo Grande. Ele teria assassinado Noraldino Ribeiro em janeiro de 2003, e foi preso na época pelo crime.

Conforme as informações do site A Gazeta News, Claudemir responde a dois processos por roubo em Amambai e foi preso pela Polícia Militar por força de mandado de prisão no dia 13 de setembro deste ano.

Segundo a PM, ao avistar os militares, Claudemir tentou fugir pulando dentro de um buraco de aproximadamente 2 metros de profundidade. Ele foi preso e estava foragido do PAM (Presídio de Regime Semiaberto de Amambai).

Homicídio

Noraldino Ribeiro, que morava aos fundos da Auto Elétrica Rocha, região central da cidade, foi assassinado na noite do dia 25 de janeiro de 2003, no portão de acesso de casa.

A esposa e a filha da vítima assistiam TV no quarto da casa. Chovia no momento e a casa era coberta de telha de zinco, o que teria impedido que elas ouvissem o momento do crime. Ao notarem que Noraldino, que estava na sala e havia saído para recolher o carro, estava demorando para retornar, mãe e filha foram averiguar.

Elas saíram da casa e encontraram a vítima já sem vida, caída na rua. Por meio de trabalho de investigação a Polícia Civil chegou até Claudemir França dos Santos, que teria confessado o assassinato.

Jornal Midiamax