Polícia

Presidente de Câmara é suspeito de agredir com socos homem que o chamou de ‘ladrão’

Foram registrados dois BOs

Renata Portela Publicado em 14/03/2016, às 15h52

None
vereador.jpg

Foram registrados dois BOs

Na manhã desta segunda-feira (14), foi registrada pela polícia confusão entre um homem de 32 anos e Luiz Martiniano de Aquino (PSC), presidente da Câmara dos Vereadores de Aparecida do Taboado, a 457 quilômetros da Capital.

De acordo com boletim de ocorrência registrado às 9h54 pelo homem de 32 anos, ele afirma que foi até a Câmara de Vereadores em busca de emprego. Ele afirma que, quando chegou ao local, Luiz se aproximou dizendo que ele teria ido até a rádio da cidade, falar mal da Prefeitura e dele. Consta no registro policial que o presidente da Câmara teria agredido o homem com 3 socos na cabeça.

O caso foi registrado como lesão corporal dolosa, quando há intenção, e trata Luiz Martiniano como autor. Já no segundo boletim de ocorrência, registrado às 12h09, que trata o presidente da Câmara como vítima, consta que o homem de 32 anos, sem motivos, teria chamado o vereador de ladrão e dito que “tudo o que ele possui foi porque roubou da Câmara e da Prefeitura”.

Segundo informações do boletim, o homem teria 'partido para cima' do vereador e pessoas que estavam no local precisaram separar a briga. O caso foi registrado como injúria, contra funcionário público, em razão de suas funções. As agressões e motivos da discussão devem ser apurados pela Polícia Civil.

Jornal Midiamax