Polícia

PMA prende dupla com jacarés abatidos em fazenda de MS

Ocorreu em Aquidauana

Diego Alves Publicado em 19/12/2016, às 21h33

None
unnamed_1.jpg

Ocorreu em Aquidauana

A PMA (Polícia Militar Ambiental) prendeu duas pessoas e apreendeu pescado, molinetes de pesca com varas, jacarés abatidos e munições calibre 22. Policiais militares ambientais de Aquidauana trabalhavam na Operação Piracema quando abordaram um veículo Chevrolet S10, com placas de Campo Grande, que estava parado nas proximidades de uma lagoa, próxima à fazenda Anhumas.

O proprietário do veículo, residente em Campo Grande, assumiu ser proprietário do pescado e afirmou que os dois jacarés abatidos encontrados, ele havia ganhado de uma pessoa, da qual não sabia o nome. A propriedade de 69 munições calibre 22 foi assumida pelo passageiro, também residente na Capital. Além dos animais abatidos e das munições foram apreendidos 5 kg de pescado, dois molinetes com varas e o veículo.

Os infratores receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, onde eles foram autuados em flagrante por crime ambiental de transporte de pescado capturado em período de piracema e por posse de produto de caça ilegais e por posse ilegal de munições para arma de fogo e saíram depois de pagamento de fiança. A pena para o pescado e para as munições ilegais é de um a três anos de detenção, para cada crime e, para a carne de jacaré, é de seis meses a um ano de detenção.

Os infratores também foram autuados administrativamente e multados ao todo em R$ 3.100,00, pelo pescado e pelos animais abatidos. O pescado será doado para instituições filantrópicas depois de periciado.

Jornal Midiamax