Polícia

Operação Ágata 11 apreende quase R$ 10 milhões em soja sem documentação

Soja foi encontrada trafegando pelo rio Paraguai

Midiamax Publicado em 22/06/2016, às 17h39

None
55555536.jpg

Soja foi encontrada trafegando pelo rio Paraguai

Oito toneladas de grãos de soja foram apreendidas em ação conjunta da Receita Federal com a Marinha do Brasil e a Polícia Federal durante a Operação Ágata 11, no final da manhã desta quarta-feira (22). A carga, estimada em quase 10 milhões de reais, estava sendo transportada da Bolívia para a Colômbia. A soja foi encontrada em seis barcaças trafegando pelo rio Paraguai, mas a documentação obrigatória exigida pela Receita Federal não foi apresentada.

Ao Diário Corumbaense, Fábio Lemos Teixeira, agente da Receita Federal da equipe de Vigilância e Repressão Aduaneira, disse que trata-se de trânsito internacional de mercadoria e, embora em águas internacionais, está sujeito à fiscalização.

“Devido à Operação Ágata, essa embarcação com seis chatas foi abordada com farelo de soja, só que no ato da fiscalização, eles não apresentaram documentação que comprove a origem da carga e declaração de transporte. A inobservância dessa apresentação documental enseja em manifesto sem documento equivalente e outras declarações que está previsto no decreto 6.759/2009 Artigo 689 inciso 4º”, explicou Fábio.

A embarcação permanecerá no porto da 5 Bacia em Corumbá para ser feita análise detalhada da retenção para verificação da mercadoria e destino final dela. O valor da soja está estipulado em 2.618.376,00 dólares, quase dez milhões de reais.

Jornal Midiamax