Polícia

Morto em suposto assalto havia se envolvido em briga durante festa horas antes do crime

O caso será investigado pela Polícia Civil  

Midiamax Publicado em 28/02/2016, às 18h07

None
_mg_7113-_editada.jpg

O caso será investigado pela Polícia Civil

Lula Canteiro, de 39 anos, encontrado morto na manhã deste domingo (28) em uma residência da Aldeia Bororó em Dourados, a 226 quilômetros Campo Grande, se envolveu em uma briga minutos antes do crime durante uma festa que acontecia na região. A vítima foi assassinada com pelo menos três golpes de faca.

De acordo com o boletim de ocorrência, Lula foi encontrado por volta das 6h30 da manhã caído na cozinha de uma residência da aldeia e a polícia foi acionada. Para a equipe da Polícia Civil populares relataram para os investigadores que a vítima não morava no local e costumava pedir para os moradores para dormir na casa.

Testemunhas contaram que durante a madrugada, Lula estava em uma festa que acontecia próximo ao local e teria se envolvido em uma briga que aconteceu no local. Horas depois ele foi encontrado caído na cozinha da casa que dormiria com três perfurações de arma branca.

Inicialmente, sites da cidade afirmaram que a vítima voltava da igreja quando foi assassinada e que a polícia suspeitava de latrocínio, roubo seguido de morte. O caso foi registrado como homicídio simples na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Dourados. 

Jornal Midiamax