Polícia

Morador foge de bicicleta com a mulher e três filhos após matar homem em casa

Vítima teria invadido a residência

Renata Portela Publicado em 01/09/2016, às 12h05

None
delegacia_aparecida_do_taboado.jpg

Vítima teria invadido a residência

Edivânio da Silva Viana, de 29 anos, foi vítima de homicídio na noite de quarta-feira (31) em Aparecida do Taboado, município distante 457 quilômetros da Capital. Ele teria invadido a casa do autor do crime, um homem de 49 anos que fugiu e ainda não foi localizado pela polícia.

Segundo informações do boletim de ocorrência, policiais militares foram acionados para irem até a residência do homem de 49 anos, na Vila Barbosa, onde teria ocorrido uma briga. No entanto, quando chegaram na casa os policiais encontraram apenas Edivânio, já sem vida, no fundo do quintal.

A casa estava toda trancada e não havia mais ninguém no local. A vítima estava com os documentos no bolso e foi identificada, já o autor do crime teria sido reconhecido apenas como 'Bacana', o proprietário da casa. Com as primeiras investigações, os policiais conseguiram identificar o homem que teria matado Edivânio.

Investigadores da Policia Civil foram até o local e conversaram com uma vizinha. Ela contou ter visto a vítima chegar na casa momentos antes e gritar pelo morador, que não atendeu. Assim, Edivânio teria pulado a cerca da casa e levava em mãos um objeto de aproximadamente 50 centímetros.

A vizinha ainda ouviu o momento em que o morador disse “Eu vou te matar, pois você fica rodeando a minha casa”. Os dois brigaram e ela contou que escutou várias pancadas fortes, que duraram algum tempo. Ela também declarou aos policiais que conseguiu ver o momento em que o morador saiu da casa de bicicleta, com a mulher e os três filhos, de 20, 18 e 16 anos.

Por fim, a vizinha ainda afirmou ter visto um facão na mão do suspeito. O marido dela também declarou ter ouvido a discussão entre o vizinho e a vítima. Os policiais fizeram buscas pelo autor do crime, mas ele não foi encontrado. O caso foi registrado como homicídio qualificado por motivo fútil e será investigado.

Jornal Midiamax