Polícia

“Melhor a mãe dele chorar do que a minha”, adolescente mata desafeto com 10 facadas

Vítima foi atingida no tórax, pescoço e abdômen

Thatiana Melo Publicado em 01/03/2016, às 12h15

None
morte_maracaju.jpg

Vítima foi atingida no tórax, pescoço e abdômen

Edson Rodrigues do Santos, de 28 anos, foi morto nesta segunda-feira (29) com 10 facadas por um adolescente, de 17 anos, na cidade de Maracaju, distante 160 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o site Maracaju Speed, a vítima saia de sua casa na tarde desta segunda-feira (29) quando visualizou o adolescente caminhando pela mesma rua, momento em que foi em direção oposta para não cruzar com o autor.

O adolescente conseguiu alcançar Edson e o esfaqueou duas vezes nas costas, e mesmo ferido o homem fugiu pulando o muro de uma residência. O autor alcançou a vítima no interior da residência e desferiu mais três golpes no tórax da vítima.

Depois que a lâmina de sua faca entortou, o adolescente pegou outra faca que estava no interior da residência e continuou a esfaquear o homem, atingindo a vítima no pescoço. Moradores da residência acionaram a polícia, que ao chegar ao local constatou a morte de Edson Rodrigues.

O autor ainda afirmou que, “É melhor a mãe de Edson chorar do que a minha. E quem quiser cobrar a morte de Edson terá o mesmo caminho na sua faca”. O adolescente tem várias tatuagens de palhaços em seu corpo, o que a polícia supõe serem as mortes que teria cometido.

Jornal Midiamax