Polícia

Funcionário público que comercializava drogas por grupo de WhatsApp é preso

Ele foi detido em flagrante

Renata Portela Publicado em 28/02/2016, às 15h50

None
indice.jpeg

Ele foi detido em flagrante

Na madrugada deste domingo (28), Cássio Alvares Cardoso, funcionário público de Sidrolândia, cidade a 70 quilômetros de Campo Grande, foi preso em flagrante nas proximidades da praça central do município. Ele foi flagrado comercializando drogas e teria um grupo de WhatsApp para negociar o entorpecente.

Segundo informações da polícia, Cássio mantinha o grupo de WhatsApp chamado “O terror das baleias”. Pelo aplicativo de celular, ele oferecia entorpecente e recebia pedidos e encomendas de usuários. Com o rapaz foram encontradas 3 porções de cocaína e uma cartela com 19 unidades de LSD (Ácido Lisérgico Dietilamida).

Conforme o site Região News, durante a prisão do funcionário público, várias mensagens via WhatsApp chegaram para Cássio, cobrando entrega de entorpecente. Segundo a polícia, foi registrado até um pedido para que ele vendesse a droga “fiado” para uma usuária.

O rapaz responderá por tráfico de drogas.

Jornal Midiamax