Polícia

Ex-funcionária, travesti é suspeita de furtar R$ 30 mil em mechas de cabelo

Teria invadido o estabelecimento

Renata Portela Publicado em 21/10/2016, às 10h55

None
cabelos-para-mega-hair-8.jpg

Teria invadido o estabelecimento

Na noite de quinta-feira (20), proprietária de um salão localizado no Cetro de Campo Grande procurou a polícia para denunciar uma ex-funcionária suspeita de entrar no estabelecimento com outras duas pessoas para furtar cabelos naturais, usados para fazer mega hair.

De acordo com o registro policial, a vítima recebeu uma ligação do vizinho ao salão, que fica na Rua Dom Aquino, dizendo que viu três pessoas entrando no local após o expediente. A mulher de 57 anos foi até o local e achou a porta fechada. Mas, quando entrou, percebeu que havia sido furtada.

Segundo relato da proprietária, 150 mechas de cabelos naturais, usadas para fazer megahair, foram levadas. Vizinhos relataram que os ladrões seriam três travestis, que chegaram a pé no local e levaram os produtos em mochilas pretas.

A vítima disse aos policiais que uma travesti costumava frequentar o salão pedindo emprego e que já tinha trabalhado no local. Um dia antes, ela teria ido ao local dizendo para a proprietária que levaria os cabelos consignados para ganhar dinheiro em Corumbá. A vítima acredita que ela tenha feito cópia da chave, já que o salão não foi arrombado.

Por fim, a mulher afirmou que o prejuízo pode chegar a R$ 30 mil. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro como furto qualificado com abuso de confiança ou mediante fraude ou escalada e destreza.

Jornal Midiamax