Polícia

Em menos de 48 horas, 4 mortes são registradas em Campo Grande

Homem foi encontrado com rosto desfigurado 

Thatiana Melo Publicado em 13/03/2016, às 15h04

None
0a57f48d-f6db-4d39-9e5c-13d435d5ce35.jpg

Homem foi encontrado com rosto desfigurado 

Desde a madrugada de sábado (12) quatro mortes forma registradas em Campo Grande. Três delas com diferença de minutos. Já neste domingo, por volta das 9h, uma aposentada, de 45 anos, moradora do Bairro Parque do Sol encontrou o corpo de um homem com o rosto desfigurado nos fundos de sua residência. Cleuza Leonel Santos afirmou que ao abrir a porta da cozinha se deparou com o corpo do homem estirado nos fundos de sua casa.

 “Quando abri a porta dei de cara com um defunto coberto por telhas. Levei um susto e corri para chamar a vizinha e depois ligamos para a polícia”, explica. A aposentada ainda fala que durante a madrugada ouviu barulhos estranhos, mas resolveu não abrir a porta, “Pensei que fosse a gurizada da rua fazendo bagunça. Ainda bem que não abri a porta”, diz.

O 10º batalhão de polícia foi acionado e ao chegar ao local encontrou o corpo estirado em forma de cruz no quintal. De acordo com o sargento Santos, o homem foi espancado até a morte e deixado no quintal da aposentada. “O corpo ficou em forma de cruz por que foi arrastado por aproximadamente 80 metros de onde ocorreu o espancamento”, diz. A vítima ainda não foi identificada.

Outras mortes

Durante a madrugada de sábado (12) três mortes foram registradas, sendo uma durante um furto a veículo, uma briga generalizada em um bar e um achado de corpo.

Por volta das 6h da manhã, deste sábado (12), um jovem, de 18 anos, foi morto a tiros dentro de um estabelecimento na Avenida Manoel da Costa Lima. O rapaz identificado como Mateus Lopes da Silva, morador da Vila Piratininga, brigou com um grupo de pessoas e fugiu pra dentro do bar. O suspeito, que seria um dos funcionários do bar, disparou contra a vítima e está foragido.

Jean de Campo Rodrigues, motorista de ônibus, de 40 anos, foi morto a facadas após lutar com o homem que furtou seu veículo VW Santana, por voltas das 2h30, na Rua Aguiar Pereira de Souza, Jardim América. Ele havia acabado de bater o ponto na empresa Eucatur, onde trabalha, e quando retornou ao carro para pegar seus pertences viu que ele não estava no local.

Em seguida avistou o carro na mesma rua e foi verificar. Lá teria lutado com o ladrão e foi esfaqueado na região do abdômen, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A polícia identificou como suspeito de cometer o crime Marcos Antonio Candido, 42 anos. 

Júlio César Martins Ferreira, 40 anos, foi encontrado morto em um veículo VW Saveiro, por volta das 2h50, deste sábado (12), que estava estacionado na Rua Santa Lina, no bairro Vilas Boas.  Uma testemunha que passava pela rua decidiu olhar o carro, estacionado no mesmo local há dois dias, e percebeu que havia uma pessoa morta no interior.

Jornal Midiamax