Polícia

Dono de ferro-velho é executado na fronteira e pistoleiros fogem para o Brasil

Os suspeitos estariam em uma motocicleta e fugiram para Ponta Porã

Midiamax Publicado em 20/01/2016, às 17h33

None
20160120_1128211-660x330.jpg

Os suspeitos estariam em uma motocicleta e fugiram para Ponta Porã

Rodolfo Giménez Roa, de 33 anos, foi executado a tiros na manhã desta quarta-feira (20) em Pedro Juan Cabellero, cidade paraguaia que faz fronteira com Mato Grosso do Sul. Segundo informação do site Porã News, os suspeitos estariam em uma motocicleta e fugiram para o Brasil após o crime.

A vítima, que é proprietária de um ferro velho no país vizinho, conduzia seu carro, um Toyota Prado, verde, com placa do Paraguai, quando dois homens em uma motocicleta se aproximaram. A dupla efetuou vários disparos contra o veículo, Rodolfo foi atingido e morreu no local.

Depois do crime, os suspeitos fugiram em direção a Ponta Porã, cidade localizada a 312 quilômetros de Campo Grande. No local a polícia paraguaia encontrou 21 cápsulas de pistola 9 mm.

Segundo informações extraoficiais a esposa da vítima também estava no veículo e depois do crime se negou a sair do carro, alegando que transportava uma grande quantidade de dinheiro e temia furtos. A polícia investiga o caso, que pode estar ligado ao tráfico de drogas na fronteira. 

Jornal Midiamax