Polícia

Desaparecido há três dias, caminhoneiro é encontrado morto com dois tiros

Corpo foi encontrado à margens da MS-441

Gerciane Alves Publicado em 10/03/2016, às 19h38

None
caminonheiro_desaparecido_0.jpg

Corpo foi encontrado à margens da MS-441

Alberto Zanetti, de 62 anos, que estava desaparecido desde a tarde de segunda-feira (7) foi encontrado morto na manhã desta quinta-feira (10). O corpo o idoso foi encontrado à margens da MS-441, em Bandeirantes, cidade a 70 quilômetros de Campo Grande. Segundo informações do site Idest, o corpo foi reconhecido por um parente da vítima.

O corpo do caminhoneiro foi encontrado por volta da 10h30 com duas perfurações feitas com arma de fogo na região do tórax. O corpo da vítima será encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) de Campo Grande para exame necroscópico. O caminhão de Alberto foi encontrado horas antes abandonado na BR-060, quilômetro 375, entre Sidrolândia e Campo Grande.

De acordo com informações do site Veja Folha, ao passar pelo caminhão na rodovia por volta das 8h40 da manhã, um caminhoneiro, de 37 anos parou ao perceber que se tratava do caminhão de Alberto Zanetti, que seria seu amigo. O veículo, que foi encontrado sem a carga de 40 toneladas de soja, estava sem a lona e com as portas abertas, segundo a testemunha.

Desaparecimento

De acordo com relato da filha de Alberto Zanetti à polícia, o pai desapareceu por volta da 16 horas de segunda-feira (7) enquanto fazia frete com o caminhão. O idoso havia saído da Fazenda Elizabeth com o caminhão carregado com 40 toneladas de soja e seguia pela MS-441 com destino a um armazém.

O caminhão de Alberto chegou a ser visto passando em alta velocidade na frente do armazém onde ele deveria descarregar a carga, mas segundo a testemunha o veículo não era conduzido pelo idoso e o condutor desconhecido seguiu viagem sentido a Campo Grande.

Jornal Midiamax