Polícia

Depois de briga em bar, homem volta armado para matar desafeto, é desarmado e acaba preso

Um militar de folga fez a prisão 

Midiamax Publicado em 10/08/2016, às 20h59

None
_mg_8193.jpg

Um militar de folga fez a prisão 

Um homem de 42 anos foi preso nesta quarta-feira (10) depois de ameaçar o proprietário de um bar com um revólver calibre 38 e ser desarmado pela vítima em Ponta Porã, a 313 quilômetros de Campo Grande. A tentativa de homicídio aconteceu depois de um desentendimento entre os envolvidos por conta do tempo que passaram presos no estabelecimento penal do município.

De acordo com o boletim de ocorrência, a polícia foi acionada para atender o caso e assim que chegou ao local se deparou com o suspeito já imobilizado. A vítima, que se apresentou como proprietário do bar onde o crime aconteceu, explicou que conheceu o suspeito quando cumpria pena no Estabelecimento Penal “Ricardo Brandão”.

Ele contou que na terça-feira, o suspeito foi até o bar e os dois tiveram uma discussão e antes de ir embora, o autor teria dado um soco em seu peito. Nesta quarta-feira, o homem identificado como José Aparecido Figueiredo voltou ao local em uma motocicleta Honda CG Fan vermelha.

Segundo a vítima, assim que o viu, José questionou sobre a briga do dia anterior. O dono do bar então o mandou ir embora e neste momento viu o suspeito sacar um revólver calibre 38 e avisar: “Não é bem assim não”.

Por impulso o homem agarrou a mão do suspeito e conseguiu desarmá-lo. José voltou para tentar recuperar a arma, mas a vítima pediu a uma testemunha para segurá-lo. Conforme o registro, o tempo que ficou imobilizado Figueiredo pediu para a vítima atirar, afirmando que o caso não ia ficar assim.

Um sargento da Polícia Militar que mora próximo ao bar ouviu a confusão e foi até o estabelecimento. O suspeito ainda tentou fugir, mas acabou preso em flagrante pelo militar que estava de folga. O caso foi registrado como homicídio simples na forma tentado da Delegacia de Polícia Civil da cidade.  

Jornal Midiamax