Polícia

Depois de 12h em matagal, presos por tráfico negam crime

A dupla é de Goiânia 

Midiamax Publicado em 26/09/2016, às 19h57

None
whatsapp_image_2016-09-26_at_16.02.02.jpeg

A dupla é de Goiânia 

Mesmo depois passarem mais de 12 horas escondidos em um matagal a margem da rodovia MS-080, na saída de Campo Grande para Rochedo, Wanderson Soares Fontes, de 23 anos e Lucas Pereira dos Santos, de 22 anos, negaram saber que transportavam droga. Os dois estavam no Hyundai IX35 apreendido na noite deste domingo (25) com 237 quilos de maconha.

Depois de presos por policiais do Bope (Batalhão de Operação Policiais Especiais), os suspeitos contaram que são de Goiás e que viajaram de Goiânia a Campo Grande em um carro, cujo modelo não foi revelado por eles. Assim que chegou a Capital, a dupla afirmou ter entregado o veículo para Francisco Onilson Silva dos Santos, de 30 anos, vulgo ‘Ceará’.

Na versão dos rapazes, Francisco, que foi ferido na troca de tiros com a polícia e acabou preso nesta manhã, saiu com o carro e voltou com o Hyundai IX35, pronto para a viagem. O trio voltava para Goiânia quando foi surpreendido pelos policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar, próximo ao Detran-MS.

Wanderson e Lucas alegaram que não sabiam da droga que foi apreendida no carro, mas não explicaram o motivo de terem vindo a Campo Grande. Já Francisco afirmou que veio de Fortaleza para levar a maconha de até Goiânia e que para isso receberia R$ 5 mil. Ele ainda culpou um dos comparsas pelo tiro contra os militares do Batalhão de Choque no momento da abordagem.

Uma pistola calibre 9 mm foi apreendida no matagal. Os três foram presos em flagrante e devem ser encaminhados para as celas da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos)

O caso

O caso começou na noite deste domingo (25). Os suspeitos estavam em um Hyundai IX35 e chamaram a atenção de populares depois de perguntarem como chegar à saída para Rochedo, cidade a 74 quilômetros de Campo Grande. Os militares do Choque então foram acionados e surpreenderam o grupo próximo ao Detran-MS.

Neste momento foi dada ordem de parada ao condutor do carro, que fugiu em alta velocidade. Aproximadamente 10 quilômetros depois, o motorista do Hyundai perdeu o controle da direção, rodou na pista e parou na margem da rodovia. Ao sair do carro, um dos suspeitos disparou contra os militares que revidaram.

Os suspeitos não foram encontrados, mas no carro foram apreendidos 234 tabletes de maconha, que após pesados totalizaram 237 quilos da droga. Já na manhã desta segunda-feira (26), os policiais do Choque foram novamente acionados depois que populares avistaram um homem ferido andando no matagal na mesma região.

No local, os policiais encontraram Francisco com um ferimento no braço. Militares do Bope foram acionados e no início da tarde prenderam os outros dois suspeitos a cerca de dois quilômetros do local onde o carro foi abandonado. 

Jornal Midiamax