Polícia

Decreto cria ‘presídio virtual’ com monitoramento feito por tornozeleiras

Teste vinha sendo feito há 60 dias

Thatiana Melo Publicado em 01/03/2016, às 15h27

None
tornozeleiras_governo.jpg

Teste vinha sendo feito há 60 dias

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), assinou na manhã desta terça-feira (1º), um decreto para o monitoramento virtual de presos no Estado, através da tornozeleira eletrônica, que já estava sendo usada há 60 dias de forma experimental.

O objetivo do sistema também é monitorar os presos condenados, “Hoje o Estado possui 130 tornozeleiras disponíveis, mas a capacidade de utilização é ilimitada” destacou o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Silvio Maluf.

Também foi assinado um termo de cooperação com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul para a utilização das tornozeleiras em custodiados da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário do Mato Grosso do Sul) podendo assim, ser estabelecido o itinerário do preso que utilizar o equipamento.

O sistema deve funcionar como um presídio virtual, onde os presos serão acompanhados via GPS em qualquer parte do Estado, segundo o diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa. “O sistema tem como objetivo ressocializar e reduzir custos do poder público com o sistema prisional” finaliza.

Jornal Midiamax