Polícia

Com crack e cocaína escondida no milho, caminhoneiro do MS é preso em SP

Ele foi preso no interior de São Paulo

Renata Portela Publicado em 22/01/2016, às 11h18

None
bc24e6b85c3406a36da520f01e1fea6a.jpg

Ele foi preso no interior de São Paulo

Na manhã de quinta-feira (21), morador de Mundo Novo, cidade a 462 quilômetros de Campo Grande, foi preso em flagrante com carregamento de crack, cocaína, além de três pistolas, duas de uso restrito das Forças Armadas. A prisão e apreensão foram feitas na Rodovia Raposo Tavares, em Presidente Epitácio, interior de São Paulo.

Segundo informações da Polícia Federal, durante fiscalização de rotina na noite de quarta-feira (20), os policiais abordaram a carreta, com placas de Mundo Novo (MS), carregada com 36 toneladas de milho. A abordagem foi feita em um posto de combustíveis e, durante entrevista, o motorista negou que estivesse transportando material ilícito, mas levantou suspeita dos federais por conta do nervosismo.

Os policiais então afirmaram que apreenderiam o veículo para que fosse feita vistoria na manhã seguinte, na quinta-feira (21). Conforme apurou o site Ta na Mídia Naviraí, o caminhoneiro então acabou confessando que, por baixo da carga de milho, transportava 123 quilos de drogas, crack e cocaína, em vários tabletes, além de três armas de fogo.

Durante vistoria na manhã de quinta-feira (21), os policiais encontraram os tabletes escondidos na carga de milho, além de três pistolas, uma Taurus calibre 380 e duas Glock calibre 9mm, de uso restrito da polícia. O caminhão, a droga e o armamento foram apreendidos e o motorista preso em flagrante.

Segundo a polícia, o caminhoneiro já tem passagem por contrabando de cigarros. Ele foi encaminhado ao CDP (Centro de Detenção Provisória) de Caiuá.

Jornal Midiamax