Polícia

Casal é preso com carro usado em assalto a bar onde dono foi baleado e morreu

Vítima correu e foi atingida nas costas

Alan Diógenes Publicado em 18/03/2016, às 17h53

None
arma.jpg

Vítima correu e foi atingida nas costas

A Polícia Civil prendeu em Água Clara, a 268 quilômetros de Campo Grande, um casal que participou do assalto a um bar na MS-377, em Três Lagoas, onde o proprietário José Souza Santos, 59 anos, foi baleado e morreu. Os policiais chegaram até Douglas Da Silva Ribeiro, 23, mais conhecido como Neguinho, e Claudia Talita Silva Ribeiro, 20, ao reconhecerem o veículo utilizado no dia do crime.

Os policiais tiveram a informação de que o grupo que assaltou o estabelecimento teria fugido para Água Clara. Durante diligências, a equipe encontrou em frente à casa de Douglas e Cláudia, na Rua Abelo Ferreira de Oliveira, no Jardim Santos Dumont, o Fiat Uno, cor escura, placas CCK-2195, usado pela quadrilha.

Em vistoria ao veículo foram encontradas uma garrafa de Uísque e algumas embalagens de sorvete roubados do bar. Em seguida Cláudia foi presa e Douglas tentou esconder papelotes de cocaína prontos para a venda. Os presos foram encaminhados para a delegacia onde foram autuados por tráfico de drogas.

A polícia conseguiu apreender um adolescente, que participou do assalto. Ele disse que a quadrilha era chefiada por outro menor, de 17 anos. Os policiais também conseguiram encontrar a camionete Ford Ranger roubada da vítima.

O caso

No dia 14 de março deste mês, os foragidos Wilian Michel Mamede de Lima, 21, conhecido como Dentinho, e Alexandre de Oliveira de Jesus, 29, vulgo Sandro, chegaram ao estabelecimento com três adolescentes de 15,16 e 17 anos e anunciaram o assalto. José tentou correr para os fundos a fim de apanhar sua arma que lá estava sendo alvejado com um tiro nas costas.

Os autores levaram alguns objetos e o veículo Ford Ranger de cor prata, fugindo em direção a Água Clara. José foi socorrido, mas morreu devido ao ferimento.

Jornal Midiamax