Este é o segundo furto em um mês

A sede o Cotolengo, instituição que atende pessoas com paralisia cerebral grave e deficiência múltipla dos órgãos, mais uma vez foi alvo de bandidos e teve quase todos os alimentos que armazenava na cozinha levados na madrugada deste sábado (28). Esta é segunda vez em um mês que a instituição é furtada.

Segundo informações do diretor presidente Padre Valdeci Marcolino os bandidos fizeram um buraco na janela da cozinha e levaram diversos alimentos como macarrão, arroz, açúcar, frango, mandioca e cerca de 100 quilos de carne. O diretor da instituição desconfia que um dos autores do furto seja um adolescente já o buraco feito na janela é muito pequeno e uma pessoa adulta não passaria.

O diretor explica que não há câmeras de segurança e com esta segunda ocorrência em um mês medidas precisarão ser tomadas para garantir que não ocorram outras vezes. “Vamos contratar um guarda para trabalhar a noite. Não temos outra alternativa. Vamos contratar um guarda ou uma empresa”, destaca o diretor.

Lembrando que hoje faz exatamente um mês do último furto onde o local teve a porta arrombada e objetos de doação foram roubados por um homem, o diretor destaca que toda ajuda é bem-vinda. “A gente precisa sempre de ajuda. Da outra vez roubaram quase R$ 5 mil em roupas, agora mais alimentos, então a entidade sempre precisa e ainda com esses roubos, cada vez mais”, salienta o diretor.

Doações podem ser feitas na sede da instituição localizada na Rua Jamil Basmage, 996, Bairro Residencial Mata do Jacinto. Para mais informações o telefone de contato é (67) 3358-4848.