Polícia

Atropelador teria tomado filho de ex e a ameaçado ‘nem que ele fique sem pai, nem mãe’

Max William é suspeito de atropelar e matar o namorado da ex 

Midiamax Publicado em 01/08/2016, às 22h38

None
1.jpg

Max William é suspeito de atropelar e matar o namorado da ex 

Em março deste ano, Max William Romana dos Santos, suspeito de atropelar e matar Rafael Souza Carmo na noite deste domingo (31), teria agredido e ameaçado a ex-mulher. Na data, a vítima foi espancada até desmaiar e ainda viu o ex levar o filho do casal sob ameaças. “Nem que ele fique sem pai, nem mãe”.

Segundo a polícia, a jovem, que teve o nome preservado, foi casada com Max William por cinco anos e juntos tiveram um filho, que hoje tem 2 anos. O primeiro registro que a vítima sofria violência doméstica aconteceu em dezembro de 2012, quando um boletim de ocorrência de ameaça contra o companheiro foi feito.

O segundo caso registrado aconteceu no dia 22 de março. Os dois estariam separados há três dias, quando a vítima viu a mensagem de uma mulher no celular do ex. Ela teria pedido explicações, mas o companheiro passou a agredi-la com vários socos na cabeça.

Por conta da violência, a jovem desmaiou e foi socorrida pelo cunhado, que segundo ela presenciou toda a discussão. No dia seguinte, a vítima recebeu a visita do ex em casa.

Nervoso o suspeito tentou tomar o filho da jovem e passou a fazer ameaças de morte, chegando a falar que se não entregasse o bebê a ele não importava onde ou com quem ela estivesse e nem que a criança precisasse ficar sem pai, nem mãe, mas ia cumprir o que falava.

Assustada, a vítima correu com o filho para a casa de uma vizinha, que por medo das ameaças orientou a colega a entregar a criança. Max William só saiu de lá com o filho e em seguida a jovem procurou a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher) para denunciar o caso e pedir medida protetiva contra o ex. Poucos dias depois, acreditando não correr mais perigo, a jovem retirou o pedido.

O caso

O crime aconteceu por volta das 18h30, quando o suspeito encontrou o casal parado em uma rua do Bairro Mata do Jacinto. Um tio de Rafael ainda detalhou que eles estavam na moto que pertence à mãe do rapaz e que mesmo depois de derrubar o casal do veículo, o assassino teria dado ré e ‘passado por cima’ de Rafael mais uma vez.

Segundo a Polícia Civil, testemunhas identificaram o autor crime como Max William Romana dos Santos, ex da namorada de Rafael. O suspeito teria atropelado os dois usando um veículo oficial do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito) que passava por conserto na oficina em que ele trabalhava.

Jornal Midiamax