Polícia

Agentes penitenciários rejeitam proposta do Governo e greve é mantida

Contraproposta de agentes será enviada nesta terça-feira

Thatiana Melo Publicado em 02/05/2016, às 20h59

None
agepen_-_dourados_0.jpg

Contraproposta de agentes será enviada nesta terça-feira

Em assembleia na tarde desta segunda-feira (2), os agentes penitenciários recusaram a contraproposta enviada pelo governo do Estado de manter o abono salarial de R$ 200 para os servidores.

De acordo com André Santiago, presidente do Sinsap (Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária de Mato Grosso do Sul), uma contraproposta dos servidores será enviada na manhã desta terça-feira (3) ao Governo, “Esperamos que o Governo se sensibilize com a situação dos agentes penitenciários e aceite a proposta que iremos apresentar”, fala Santiago.

A proposta que será feita pelos agentes é de que a manutenção do abono de R$ 200 seja mantida, mas incorporada ao salário depois da vigência de 1 ano, além da correção salarial de 16,14%, aposentadoria especial, promoção dos servidores.

Ainda de acordo com Santiago uma comissão de greve foi criada para orientar os servidores em todo o Estado. Mato Grosso do Sul tem 1.388 agentes, sendo na Capital 650 agentes penitenciários.

Jornal Midiamax