Donos negam abandono

Na noite de quinta-feira (19), homem de 47 anos procurou a Polícia Civil para relatar que os cãezinhos de estimação foram furtados. Ele e a mulher eram moradores no Jardim Seminário e estariam mudando de casa, portanto os cachorros eram deixados sozinhos na residência. Os donos afirmam que alimentavam os animais de estimação todos os dias, mas que a partir de postagens no Facebook por denúncias de abandono, os cães teriam sido furtados da casa.

Conforme o registro policial, o casal chegou na residência e não encontrou os dois cachorros, que teriam ficado sozinhos na residência pelo fato dos moradores estarem mudando de casa. O homem afirma que duas vezes por dia ele e a mulher vão até a residência para alimentar os animais de estimação, mas que chegou a ver mensagens no Facebook, de populares relatando que os cães teriam sido abandonados.

Além disso, o morador afirma que um vizinho viu um desconhecido entrar na residência e retirar os cachorros do local. Não há câmeras de segurança na região que possam ter registrado o fato, mas o dono se comprometeu a passar para a polícia cópias das mensagens postadas no Facebook sobre o suposto abandono dos animais.

O caso é tratado pela Polícia Civil como furto e deve ser investigado.

Caso de polícia

Duas protetoras de animais de Campo Grande acabaram detidas e devem responder por invasão de domicílio depois do resgate de um cachorro nesta quinta-feira. Regiane Rodrigues e outra vizinha, identificada como Dayane, invadiram a casa e, com a ajuda de outra mulher, chamada Daniely, que se passou por veterinária, levaram o animal.

Ao chegar em casa, a proprietária do cachorro acionou a Polícia Militar por achar que o animal tinha sido furtado. Ela afirmou que estava com ele havia apenas duas semanas. Os policiais entraram na residência e constataram a existência de alimento e abrigo para o cão, segundo foi informado por eles à Polícia Civil.

A proprietária do cãozinho descobriu que as vizinhas levaram o cão e então elas foram conduzidas para a 2ª Delegacia de Polícia Civil, no bairro Monte Castelo. Em uma publicação no Facebook, Regiane disse que resgatou o cachorro depois de ouvir o choro do animal durante toda a madrugada.

Conforme a polícia o cachorro está bastante debilitado e permaneceu na clínica para ser medicado. A dona só será responsabilizada por maus-tratos caso laudo elaborado pelo médico veterinário comprove o crime.