Polícia

Vereador acusado de ameaçar com facão em briga de trânsito é intimado

Vítima não representou contra parlamentar

Midiamax Publicado em 06/07/2015, às 13h14

None
depac_dourados-gw_4.jpg

Vítima não representou contra parlamentar

O vereador Luciano Silva Soares (PMDB) foi intimado a comparecer à Delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos sobre a ameaça feita com um facão a um motorista após se envolver em um acidente no sábado (5), em Angélica, a 265 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o delegado titular da Delegacia de Polícia, Valter Guelssi, o vereador está sendo aguardado para dar explicações sobre o acontecido. Ainda segundo o delegado, a vítima registrou um boletim contra o vereador, mas ainda não fez a representação criminal contra ele.

O delegado disse que após ouvi-lo e confirmar se a vítima vai querer fazer a representação é que os envolvidos e testemunhas serão ouvidos para depois encaminhar para o Judiciário.

O presidente da Câmera Municipal de Angélica, Ivo Ferreira dos Santos (DEM), foi procurado e disse a equipe do Jornal Midiamax que só vai comentar sobre o caso depois que conversar com o vereador. Ivo disse que só soube do incidente nesta manhã de segunda-feira (6) e ainda não teve tempo de falar com Luciano.

O caso

O vereador Luciano Silva Soares é suspeito de ter ameaçado com um facão um motorista por conta de um acidente de trânsito no sábado (5), no cruzamento das Avenidas 13 de Maio com a Rachid Neder, em Angélica.

De acordo com a polícia, o motorista de 30 anos, foi até a delegacia, onde disse que foi ameaçado pelo vereador, que estava armado com um facão.

Ele disse que estava com seu veículo Hyundai/ HB-20, transitando pela Avenida 13 de Maio quando foi atingido por um Fiat Uno, conduzido pelo legislador. Ao perceber que o vereador tinha intenção de fugir, o motorista do Hyundai foi falar com ele.

Então, o vereador puxou um facão, amassou seu veículo na parte superior do lado direito e depois fugiu. A PM (Polícia Militar) foi acionada, mas não encontrou o suspeito.

Jornal Midiamax