Vândalos invadem, picham, defecam e quebram móveis em creche no interior

Funcionários perceberam destruição nesta segunda, quando retornaram das férias 
| 28/07/2015
- 21:09
Vândalos invadem, picham, defecam e quebram móveis em creche no interior

Funcionários perceberam destruição nesta segunda, quando retornaram das férias 

Vândalos invadiram e deixaram um rastro de destruição em uma creche de Dourados, a 226 quilômetros de Campo Grande. Os autores picharam a parede com tinta, destruíram móveis e alimentos do local e ainda defecaram no chão da Ceim (Centro de Educação Infantil Municipal) Irany, localizada na Vila Cachoeirinha. 

De acordo com o site Dourados News, funcionários perceberam a destruição nesta segunda-feira (28), quando retornaram das férias para preparar a creche para o início das aulas, que retornam na quinta-feira (30).

Para o site da cidade, a coordenadora da escola Elizabet Tamie revelou que acredita que a destruição aconteceu no domingo (26). “Descobrimos a destruição nesta segunda-feira (27) e então procuramos a polícia para fazer o Boletim de Ocorrência e chegarmos aos culpados”, relatou.

No local, foram quebradas televisões e computadores, fios foram arrancados e cortados. Livros foram rasgados e brinquedos destruídos. Na cozinha mantimentos foram jogados no chão e espalhados. As paredes foram pintadas e tiveram frases escritas como ‘nois saiu de são Paulo pra vin pra ca (sic)’ por todo o prédio.

Não satisfeitos os vândalos ainda urinaram em várias partes da escola, até nos brinquedos e também defecaram no chão das salas de aula e da cozinha. O próximo passo, segundo a coordenadora do local é fazer a limpeza e separar o material que poderá ser reutilizado.

“Agora vamos avaliar o estrago. Já entrei em contato com a Secretária de Educação que está nos dando apoio e disse que vai nos ajudar em tudo que precisarmos, como por exemplo, com o material pedagógico, entre outras coisas”, disse a coordenadora.

Das cinco salas que atendem os alunos, apenas uma não teve o material danificado. No local, que funciona desde 2005 e passou por reforma recentemente, estudam 107 crianças de quatro meses a cinco anos.

Veja também

Um homem de aproximadamente 30 anos foi atingido com vários tiros na frente de casa...

Últimas notícias