Polícia

Usuários do transporte coletivo urbano são alvos de assaltos praticados por ciclistas

Em oito horas, quatro foram vítimas

Midiamax Publicado em 17/04/2015, às 12h29

None
depac_piratininga_-_mj_1.jpg

Em oito horas, quatro foram vítimas

No intervalo de oito horas, quatro pessoas foram alvos de ciclistas assaltantes em Campo Grande. As vítimas tiveram os nomes preservados pela equipe do Jornal Midiamax. Três delas estavam em um ponto de parada do transporte coletivo urbano municipal na Rua Ana Jacinta de Oliveira, no Jardim Centro Oeste, região sul de Campo Grande, no início da manhã desta sexta-feira (17), por volta das 5 horas.

Elas afirmaram que três suspeitos em duas bicicletas, se aproximaram das vítimas e anunciaram o assalto. Eles estavam armados com revólveres e agiram de forma violenta, xingando e puxando as bolsas e mochilas, que continham documentos, dinheiro e celulares.

Um dos suspeitos foi descrito como magro, pardo, cabelos curtos com desenhos de listras laterais, alto, aparentando ter 18 anos, rosto fino, narigudo, usava boné vermelho, casaco bege com quadrados pretos, bermuda jeans e chinelos Kenner. Ele conduzia uma bicicleta modelo caloi Cross azul, que tinha como garupa um rapaz magro, pele branca, cabelos pretos e lisos, usava barba rala, alto, trajava bermuda jeans, casaco preta, boné e chinelo Kenner com correia vermelha.

Já o terceiro, que estava sozinho em uma bicicleta  foi descrito como tendo a pele branca, magro, alto, aparentando ter 18 anos, trajava casaco na cor branca com listras horizontais pretas e com capuz, bermuda jeans, chinelos havaianas.

A ação praticada pelo trio é parecida com outra em um assalto ocorrido na noite de quinta-feira (16), porém, na ocasião, o assalto foi cometido por dois suspeitos que estavam em uma bicicleta Cross. O caso foi em um ponto de ônibus no Bairro Chácara das Mansões, na região sul de Campo Grande.

A vítima diz que por volta das 21 horas foi surpreendida pelos ciclistas que apontaram as armas e anunciaram o roubo. Um deles foi descrito como tendo aproximadamente 16 anos, magro, moreno, com altura próxima de 1,62 metro, usava short, chinelo e camiseta clara. O outro tinha em torno de 1,75 metro, pardo, magro, aparentava ter 20 anos e também vestia short claro, camiseta, chinelo e boné.

Os quatro usuários do transporte coletivo disseram que nas proximidades onde aconteceram os assaltos há câmeras de seguranças de comerciantes. Os casos foram registrados na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, região sul de Campo Grande.

Jornal Midiamax