Polícia

Sobrevivente de execução no Guanandi diz que deu carona para vítima fazer negócio

Passageiro foi atingido na cabeça e morreu no local. Condutor foi atingido de raspão por tiros

Wendy Tonhati Publicado em 20/02/2015, às 17h31

None

Passageiro foi atingido na cabeça e morreu no local. Condutor foi atingido de raspão por tiros

Foi identificado como Marcel Rodrigo de Tavares Simões, de 33 anos, o homem que sobreviveu a uma tentativa de homicídio na tarde desta sexta-feira (20), no Bairro Guanandi, em Campo Grande. Ele dirigia uma Kombi que foi atingida por vários disparos. O passageiro foi atingido na cabeça e morreu no local.

Simões contou à Polícia Militar que entrega sabão em uma fábrica. Ele afirmou que deu carona para o amigo, conhecido como “Bulhu”, para que ele “fizesse um negócio de uma moto”.

O motorista disse que parou na esquina da Rua Jussara e a vítima desceu. “Bulhu” teria discutido com um idoso e voltou para o veículo. Quando Simões deu partida, um rapaz disparou vários tiros contra a Kombi. Ele não conseguiu identificar quem fez os disparos.

Homicídio

As vítimas estavam em uma Kombi, placas HSE-5506, de Campo Grande. O veículo estaria em movimento quando o suspeito atirou contra o passageiro. Ele levou um tiro na cabeça e morreu no local.

O condutor foi socorrido pelos bombeiros com ferimentos na barriga. Ele foi atingido de raspão pelos tiros. O homem que morreu seria conhecido na região como “Bulhu” e morava no bairro onde aconteceu o crime. As polícias Civil e Militar e a perícia técnica foram acionadas para irem até o local.

Jornal Midiamax