Sargento de folga troca tiros, sai ‘no braço’ e, com população, impede assalto

Um dos suspeitos foi atingido na cintura; policial levou coronhadas
| 03/07/2015
- 22:13
Sargento de folga troca tiros, sai ‘no braço’ e, com população, impede assalto

Um dos suspeitos foi atingido na cintura; policial levou coronhadas

O sargento Mesa, do 9º BPM (Batalhão da Polícia Militar), foi chamado de ‘herói’ por moradores da Vila Nasser, região norte de Campo Grande, ao trocar tiros com dois suspeitos de um assalto a uma serralheria. Além disso, dupla resistiu à prisão e começou a lutar com o policial, mas acabou sendo detida.

Os suspeitos foram identificados como Valmir Soares da Silva, de 44 anos, e Eduardo Benedito do Amaral, de 55 anos. A dupla estava em uma motocicleta.

No início da tarde desta sexta-feira (3), os suspeitos chegaram ao comércio e renderam o proprietário e o filho. As vítimas foram amarradas com fitas.

Enquanto isso, a mãe do proprietário viu a movimentação estranha no comércio e ligou para o militar, que estava de folga. O policial, ao chegar ao local, foi recebido a tiros por Valmir, que saiu do imóvel, enquanto o comparsa o esperava em uma moto.

Houve troca de tiros e a dupla foi para cima do policial. Um dos disparos efetuados pelo sargento acertou a cintura do piloto da motocicleta, que, mesmo ferido, tentou segurar o militar, enquanto o comparsa tentava pegar a arma de fogo dele. Mesa foi ferido na cabeça por conta das coronhadas.

Populares viram a situação e ajudaram o sargento. Eles seguraram Eduardo, enquanto Valmir, que estava ferido, tentou fugir a pé. Ele foi perseguido e detido pelo militar.

Com eles, havia três correntes de ouro e dois aparelhos de celulares. Equipes do Corpo de Bombeiros e do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) estiveram no local. Mesa e Eduardo ficaram feridos por conta da luta corporal.

Já Valmir foi encaminhado ao hospital, sendo escoltado por duas viaturas da polícia. O projétil ficou alojado no quadril do suspeito. O caso será investigado pela Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos).

Veja também

Vítima relatou à polícia que contratou mulher para um programa

Últimas notícias