Polícia

População tenta linchar acusado de estupro em matagal no Aero Rancho

Estuprador foi salvo de linchamento pela Guarda Municipal

Ludyney Moura Publicado em 05/04/2015, às 13h46

None
img-20150405-wa0033.jpg

Estuprador foi salvo de linchamento pela Guarda Municipal

Mais um caso de violência contra mulher quase terminou em linchamento na noite de sábado (4), durante o feriado de Páscoa, no Jardim Aero Rancho, região sul da Capital. Um homem suspeito de estuprar uma adolescente de 16 anos, foi detido pela GCM (Guarda Civil Municipal), foi encontrado em um matagal na região depois de cometer o crime.

A vítima contou aos policiais que na noite de sábado saiu de casa para ir à residência de uma tia, no Aero Rancho, quando passou por uma rua deserta e foi abordada por Antônio de Almeida Nunes, 24 anos, vulgo ‘Severino’, que já tem passagens pela polícia pelos crimes de tráfico de drogas, roubo e assalto à mão armada.

Severino teria agarrado a menor pelo pescoço e a levou a um matagal próximo, onde a estuprou. Depois de cometer o crime, ele liberou a vítima, mas ficou com o celular da garota.

Chegando em casa, a vítima contou do estupro aos familiares que acionaram a GCM da região do Anhanduizinho. Com duas motos e quatro viaturas, os guardas fizeram buscas  e encontraram ‘Severino’ em um matagal próximo da Rua Globo de Ouro. Eles precisaram conter os ânimos da população que tentava linchar o suspeito.

Com diversas escoriações pelo corpo, o suspeito foi levado para o CRS (Centro Regional de Saúde) do Bairro Guanandi, onde a vítima passava por atendimento médico. Ela reconheceu Antônio como o autor da violência sexual.

O suspeito foi levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga. Com ele foi encontrado o celular da vítima. No boletim de ocorrência, os policiais afirmaram que ‘Severino’ chegou à delegacia com diversas escoriações , frutos da tentativa de linchamento. 

Jornal Midiamax