Polícia

Policiais improvisam ponte de madeira para terem acesso ao local de crime

Eles também socorreram a vítima

Renata Portela Publicado em 23/11/2015, às 15h39

None
ponte_2.jpeg

Eles também socorreram a vítima

Na noite de domingo (22), equipe da Polícia Militar de Jardim, cidade a 239 quilômetros de Campo Grande, precisou usar criatividade para atender uma ocorrência de lesão corporal. Os militares tiveram que construir uma ponte de madeira para terem acesso ao assentamento Recanto do Rio Miranda, que fica a 35 quilômetros do município.

De acordo com o registro policial, a equipe foi acionada para ir até o assentamento, onde havia um homem, vítima de lesão corporal. No caminho, os policiais se depararam com uma cratera na estrada vicinal que dá acesso ao assentamento. Ainda conforme consta no registro policial e também como é possível ver nas fotos, os militares improvisaram uma ponte de madeira para chegarem ao local.

Já no assentamento, o crime de lesão foi confirmado e a vítima, de 42 anos, estava muito ferida. Segundo testemunhas, o homem foi ferido a pauladas por um rapaz de 20 anos, que depois ainda ameaçou outros moradores, mas fugiu antes da chegada da polícia.

Os policiais tentaram contato com o Corpo de Bombeiros, que foi acionado para atender a ocorrência, mas por causa da gravidade do ferimento do homem, acabaram o levando para o hospital na viatura policial. Segundo os policiais que atenderam a ocorrência, a vítima chegou a perder a consciência por alguns instantes e permanece internada no hospital.

O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Jardim como lesão corporal dolosa, quando há intenção.

Jornal Midiamax