Polícia

Polícia suspeita que ex-namorado preso tenha encomendado morte de jovem

O autor dos disparos seria o sobrinho do ex-companheiro da jovem 

Gerciane Alves Publicado em 09/11/2015, às 22h39

None
capa_1.jpg

O autor dos disparos seria o sobrinho do ex-companheiro da jovem 

Daniela Aparecida Jorge Cunha Bação, de 18 anos, morta com dois tiros na tarde desta segunda-feira (9) no Bairro Nova Lima pode ter sido assassinada a mando do ex-namorado. De acordo com informação de pessoas próximas à jovem, ela estava recebendo ameaças do ex-companheiro que está preso. 

No momento do crime, Daniela estava na companhia de uma adolescente de aproximadamente 15 anos. Segundo ela, antes de morrer a jovem disse que havia reconhecido um dos autor dos disparos como o sobrinho de seu ex-namorado. A adolescente relatou à polícia que Daniela estava recebendo ligações com ameaças do ex que está preso.

O ex-padrasto de Daniela, morador da casa onde o crime aconteceu, confirmou as ameaças e contou que a vítima se recusava a ir visitar o ex-companheiro preso, o que pode ser um dos motivos do crime. A jovem deixa uma filha de aproximadamente 5 meses fruto do relacionamento com o possível mandante do crime.

O crime

De acordo com policiais da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande, Daniela estava sentada na frente da casa do ex-padrasto com a adolescente de 15 anos quando duas pessoas passaram em uma motocicleta. Os dois teriam ido até o fim da rua, dado a volta e ao passar na frente da casa novamente efetuaram os disparos.

Daniela foi atingida por três disparos, um no tórax, um nas costas e ainda um de raspão no braço. A jovem ainda correu para se proteger dentro de casa, mas acabou morrendo no quintal. O ex-padrasto dormia na hora do crime quando ouviu os tiros, ele saiu para ver o que estava acontecendo e encontrou Daniela ferida.

O ex-padrasto relatou para a equipe do Jornal Midiamax que mudou a pouco tempo para a casa e como de costume a jovem foi visita-lo. Segundo ele, Daniela e a adolescente moram no Bairro Caiobá e tinham acabado de sentar na frente da casa para tomar tereré quando a vítima foi atingida.

Jornal Midiamax