Polícia

Polícia confirma relação entre mortes de casal e de adolescente em lavoura de soja

O principal suspeito pelas mortes é o namorado da adolescente encontrada morta

Midiamax Publicado em 06/01/2015, às 23h03

None

O principal suspeito pelas mortes é o namorado da adolescente encontrada morta

A polícia confirmou, no início da noite desta terça-feira (6), a relação entre as mortes do casal, Vilma Santana Toldato, 33 anos, e Marco Antônio Landrin, 39 anos, e da adolescente Lorena dos Santos, de 14 anos, todos encontrados mortos em locais próximos em uma lavoura de soja no município de Itaporã, a 212 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com a polícia, a adolescente, que era namorada de um traficante conhecido pelo apelido de ‘Pepe’, teria ajudado uma quadrilha a roubar o carro do casal.

“Ela começou a falar para amigos quem tinha participado do primeiro crime, inclusive dando nomes de alguns integrantes. Isso revoltou a quadrilha e ela acabou sendo morta como queima de arquivo”, explica o delegado Ricardo Meireles Bernardinelli.

O delegado informou, ainda, que a adolescente era usada como isca pelos ladrões para roubar os carros. Além da semelhança com o local das mortes, ela também foi encontrada perfurada com golpes de facas, assim como o casal.

De acordo com a polícia, essa linha de investigação surgiu depois de ser feito um rastreamento com criminosos com esse perfil, além do relato de testemunhas que teriam escutado as histórias contadas por Lorena. “Como tudo está batendo, agora vamos atrás dos integrantes da quadrilha”, diz Bernardinelli.

A polícia já identificou, ao menos, seis integrantes da quadrilha, todos ainda estão foragidos.

Crime do Casal

O casal estava desaparecido desde o dia 14 de dezembro, mas só foi localizado no dia 20 por parentes que realizaram buscas. Os corpos estavam a uma distância de 10 metros um do outro.

O casal, que morava em Maracajú, estava em uma festa, na casa de parentes, na cidade de Dourados. Depois de sair da festa eles não foram mais vistos.

Crime da adolescente

Já a adolescente Lorena desapareceu no dia 28 e foi encontrada no dia 30 de dezembro em um local próximo ao do casal. Ela estava com as mãos amarradas e tinha golpes de faca na cabeça e na barriga.

Jornal Midiamax