Polícia

PM encontra homem sendo submetido a trabalho escravo em chácara de MS

Vítima disse aos policiais que trabalhava todos os dias da semana, sem remuneração

Wendy Tonhati Publicado em 30/06/2015, às 15h28

None
35406856b7523a4620d671dfcb26770f.jpg

Vítima disse aos policiais que trabalhava todos os dias da semana, sem remuneração

A Polícia Militar resgatou na segunda-feira (29), um homem de 50 anos, que estaria sendo mantido em regime de trabalho escravo, em Jaraguari, a 47 quilômetros de Campo Grande. Os policiais foram até a chácara indicada na denúncia e constataram que a vítima possuía apenas um pedaço de sebo, uma cabeça de peixe e um pouco de arroz estragado para a alimentação.

De acordo com a PM, a vítima disse trabalhar de segunda a segunda, sem receber remuneração. Ele disse ainda que não tinha carteira de trabalho e que sem o documento de identidade, ficava retido pelo proprietário da chácara.

O homem realizava serviços gerais e o plantio de mandioca. Para tomar banho após o trabalho, ele disse que tinha de ir até um riacho e mostrou que para preparar a alimentação possuía uma geladeira em mau estado de conservação.

Os policiais militares encaminharam a vítima à Delegacia da Polícia Federal, onde também compareceu o proprietário da fazenda, que vai ser investigado.

Jornal Midiamax