Polícia

Plano de fuga de presos em Naviraí é frustrado por agentes penitenciários

O interno Marcelo Cheles de Andrade assumiu que cortou as telas

Midiamax Publicado em 29/09/2015, às 12h00

None
b525b4a48212257424a78c19e363257c_300-300.jpg

O interno Marcelo Cheles de Andrade assumiu que cortou as telas

O plano de fuga dos detentos do Presídio de Segurança Máxima de Naviraí, a 359 quilômetros de Campo Grande, foi frustrado por agentes penitenciários. O fato foi descoberto no sábado (26) durante a conferência dos presos.

Os agentes perceberam que a tela localizada entre o corredor e o solar do pavilhão estava cortada. Em vistoria as demais telas foram constatadas que também estavam cortadas as telas que ligam o solar ao muro do presídio.

Ao inspecionar as celas do pavilhão III, foi percebido que duas barras da cela 8 estavam cortadas. O interno Marcelo Cheles de Andrade, 42 anos, assumiu a autoria.

Segundo o site Tá Na Mídia Naviraí, Marcelo disse que há duas semanas ele recebeu um pedaço de serra, que entrou escondido em um rodo, e com o objeto passou a serrar as barras e terminou na manhã de sábado e conseguiu sair.

Ele disse que cortou a primeira tela do corredor e, em seguida, a segunda no solar e a terceira que dá acesso ao muro. Ele disse que o buraco no muro foi feito com um pedaço de tampa de bueiro que estava enrolada em um pano para abafar o barulho.

O interno contou ainda que só parou de furar porque começou a amanhecer e tinha que retornar para sua cela. Ele terminaria o trabalho na madrugada de domingo, quando seria a fuga. Já na cela 28 do pavilhão II foi localizado um aparelho celular escondido com o interno Josué Fernandes de Oliveira. Ele foi isolado preventivamente em cela disciplinar.

Foi feita revista nas demais celas e pavilhões, mas nenhuma outra grade ou túnel foi encontrado.

Jornal Midiamax