Polícia

Operação Ícaro: peças e documentos serão analisados por técnicos da Anac

Peças de avião foram roubadas em maio

Thatiana Melo Publicado em 29/10/2015, às 14h32

None
deco.jpg

Peças de avião foram roubadas em maio

A Operação Ícaro, comandada pela delegada Ana Cláudia Medina, da Decon (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado) apreendeu várias peças de aeronaves além de documentos das empresas alvos das denúncias de estarem comercializando peças furtadas de aeronaves, na manhã desta quinta-feira (29).

De acordo com Medina as investigações iniciaram-se em maio depois de um boletim de ocorrência feito de furto de peças de aeronaves em Campo Grande. Com a instalação do inquérito e as investigações foram cumpridos nesta quinta-feira (29) seis mandados de busca e apreensão, em quatro residências e duas oficinas especializadas, sendo que uma delas localizada na Rua Spipe Calarge não seria homologada para funcionamento.

As peças apreendidas passarão por uma análise de rastreabilidade para comprovar a autenticidade do material. Na oficina que funciona no aeroporto Santa Maria, peças também foram apreendidas, além da aeronave Cesnna 180 que foi comprovado pelos policiais que possui peças furtadas.

O proprietário da aeronave afirmou que teria comprado a aeronave há dois meses. As peças serão vistoriadas por dois técnicos da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

A delegada afirma que funcionários e os proprietários das oficinas serão ouvidos para confirmar a autenticidade do material apreendido.

Operação

A equipe da Deco (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado), comandada pela delegada Ana Cláudia Medina, cumpre na manhã desta quinta-feira (29) seis mandados de busca e apreensão, na busca de peças de aeronaves subtraídas de oficina aeronáutica em Campo Grande.

Participam desta operação 20 policiais e 2 fiscais da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). A operação já apreendeu uma aeronave modelo Cesnna 180 que tinha em sua estrutura peças furtadas.

Jornal Midiamax