Polícia

Mulher morre ao quebrar o pescoço em ritual na Cachoeira da Macumba, na Capital

Vítima, ainda não identificada, teria escorregado em pedras

Midiamax Publicado em 03/05/2015, às 14h25

None
luiz_alberto_6.jpg

Vítima, ainda não identificada, teria escorregado em pedras

Uma mulher, identificada apenas como Meire até o fechamento deste texto, foi encontrada morta na manhã deste domingo (3) nas proximidades da Cachoeira da Macumba, na região norte de Campo Grande. A vítima estava acompanhada de um grupo de aproximadamente 30 pessoas que foi até o local em 11 carros para fazer um ritual de oferenda.

De acordo com informações colhidas pela equipe do Jornal Midiamaxno local, o grupo chegou por volta das 9 horas de hoje. “Quando foi umas 10h15 decidimos ir embora e foi aí que sentimos falta dela”, afirma uma das pessoas que não quis se identificar: “Resolvemos procurá-la, quando a encontramos dentro de um buraco que há embaixo da queda d’água”, explica.

Os populares se juntaram para retirar a vítima da água. Enquanto isso, outros ligavam para o Corpo de Bombeiros e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

As equipes de socorro disseram que a vítima quebrou o pescoço. A hipótese é de que ela tenha escorregado nas pedras, que ocasionou a lesão.

“O local não tem muita estrutura e ela também é grande, acho que foi por isso que não conseguiu se segurar”, disse outro popular.

A mulher estava sem os documentos pessoais, por conta disso, não há como saber o nome dela no momento. Acredita-se que ela tenha entre 40 e 50 anos. O grupo de colegas da vítima disse que ela tem um filho de 15 anos.

Equipes do Corpo de Bombeiros isolaram o local. A PM (Polícia Militar), Polícia Civil e a Perícia Criminal foram acionadas. O corpo da vítima foi encaminhado ao Imol (Instituto de Medicina e de Odontologia Legal).

Jornal Midiamax