Polícia

Motociclista morto durante perseguição tinha passagens policiais por quatro crimes

Ficha da vítima tinha roubo, furto, tráfico de drogas e tentativa de homicídio

Midiamax Publicado em 07/10/2015, às 19h57

None
img-20151007-wa0034.jpg

Ficha da vítima tinha roubo, furto, tráfico de drogas e tentativa de homicídio

O motociclista que morreu na manhã desta quarta-feira (7) depois de causar um acidente de trânsito na Avenida Guaicurus, na região do Núcleo Habitacional Universitárias, durante uma perseguição policial. tinha extensa ficha criminal. Ele pilotava uma motocicleta YBR Factor roubada na companhia de um adolescente de 16 anos.

De acordo com a Polícia Civil, o rapaz identificado como Pablo Alves Nogueira, de 22 anos, tem passagens por roubo, furto, tráfico de drogas e tentativa de homicídio. No dia 30 de setembro, o jovem foi visto por policiais do Sig (Setor de Investigações Gerais) saindo de uma boca de fumo no Bairro Morada do Sol.

Ele chegou a ser perseguido, mas conseguiu fugir. Na ação os policiais apreenderam petrechos para preparar e vender a droga, porções de maconha e um colete balístico, da marca Tamtex, produto controlado pelo Exército. Na data, o comparsa de Pablo afirmou que o colete pertencia a ele e que o rapaz costumava andar armado para cometer roubos pela região.

Em janeiro de 2014, Pablo também foi vítima de uma tentativa de homicídio no Bairro Danúbio Azul. Ele e um amigo estavam em frente à casa do suspeito quando dois homens de moto passaram pelo local e efetuaram vários disparos. Os dois ficaram feridos no atentado e encaminhados para a Santa Casa pelo Corpo de Bombeiros.

Caso

A equipe da Força Tática do 10º BPM (Batalhão da Polícia Militar) seguia pela Avenida Guaicurus, quando avistou os dois rapazes na motocicleta YBR Factor, preta, placa NRK-9014 de Campo Grande (MS), na pista contrária.

Os policiais notaram a atitude suspeita e resolveram abordar a dupla. Quando o motociclista notou a presença policial, iniciou fuga em alta velocidade.

Os policiais fizeram acompanhamento tático por aproximadamente 1 quilômetro, quando o motociclista entrou na contramão na Rua Ronalde de Carvalho. Segundo Tânia Felix, de 48 anos, que conduzia a Biz, vermelha, placa NRK-9370 de Campo Grande (MS), o motociclista da Factor bateu no meio-fio, colidiu na Biz e, em seguida, foi atingido por um carro.

Pablo teria sido atropelado pelo carro. Após a queda, o adolescente, de 16 anos, que estava na garupa, fugiu correndo, mas foi perseguido e capturado pelos policiais militares. Ele foi encaminhado pelo Corpo de Bombeiros para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Universitário e confessou que a moto era roubada.

Quando os policiais retornaram ao local do acidente, o motorista do carro tinha fugido. (Matéria alterada às 18h56 para correção de informações) 

Jornal Midiamax