Polícia

Motociclista morre durante perseguição policial após provocar acidente

O adolescente que estava na garupa foi apreendido

Renata Portela Publicado em 07/10/2015, às 13h46

None
img-20151007-wa0040.jpg

O adolescente que estava na garupa foi apreendido

Na manhã desta quarta-feira (7), por volta das 9 horas, três veículos se envolveram em acidente de trânsito na Avenida Guaicurus, na região do Núcleo Habitacional Universitárias. Um motociclista, que ainda não foi identificado, morreu no local. Ele estava em uma moto roubada e fugia da equipe policial quando provocou o acidente.

A equipe de policiais da Força Tática do 10º BPM (Batalhão da Polícia Militar) seguia pela Avenida Guaicurus, quando avistou os dois rapazes na motocicleta YBR Factor, preta, placa NRK-9014 de Campo Grande (MS), na pista contrária. Os policiais notaram que a dupla demonstrou atitude suspeita e retornaram para fazer abordagem.

Quando o motociclista notou a presença policial, iniciou fuga em alta velocidade. Os policiais fizeram acompanhamento tático por aproximadamente 1 quilômetro, quando o motociclista entrou na contramão na Rua Ronalde de Carvalho. Segundo Tânia Felix, de 48 anos, que conduzia a Biz, vermelha, placa NRK-9370 de Campo Grande (MS), o motociclista da Factor bateu no meio-fio, colidiu na Biz e, em seguida, foi atingido por um carro.

A dupla caiu da motocicleta e o piloto ainda teria sido atropelado pelo carro. Após a queda, o adolescente, de 16 anos, que estava na garupa, fugiu correndo, mas foi perseguido e capturado pelos policiais militares. Ele foi encaminhado pelo Corpo de Bombeiros para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Universitário e identificou o motociclista como Pablo. Segundo o adolescente, a moto em que eles estavam era roubada.

Quando os policiais retornaram ao local do acidente, o motorista do carro tinha fugido. De acordo com o soldado Eduardo Torres, o piloto não portava documentos. A área foi isolada e a Polícia Civil, Polícia Militar e Perícia estão no local.

Homicídio culposo

Segundo o delegado Gomides Ferreira dos Santos Neto, adjunto da 5ª Delegacia de Polícia Civil, imagens das câmeras de segurança de um posto de combustíveis que fica ao lado do local do acidente serão analisadas. A polícia faz buscas pelo veículo que se envolveu no acidente e fugiu.

Se comprovado que o motorista atropelou o piloto da motocicleta, ele responderá pelo crime de homicídio culposo, quando não há intenção (Matéria alterada às 18h56 para correção de informações) 

Jornal Midiamax