Polícia

Motociclista morre depois de bater em picape e ser arremessado em outro carro

Os veículos estavam parados no semáforo

Midiamax Publicado em 04/10/2015, às 18h22

None
destaque_1.jpg

Os veículos estavam parados no semáforo

O motociclista João Poscidonio da Silva Sobrinho, de 49 anos, morreu na tarde deste domingo (4), depois que a motocicleta esportiva que pilotava colidiu na traseira de um Fiat Strada, na Avenida Gury Marques, próximo da Rodoviária de Campo Grande. Com impacto, o motociclista foi arremessado por aproximadamente 6 metros e bateu em outro veículo que estava parado no semáforo.

De acordo com testemunhas, quatro veículos estavam parados em um dos semáforos da avenida quando a vítima, que conduzia uma Suzuki GSXR 750, placa FQR-0750, de Campo Grande, não consegui parar e o veículo bateu na traseira do Fiat Strada, placa OOJ-7460, de Campo Grande.

Com o impacto, João foi arremessado por mais de 6 metros e caiu em um Fiat Uno Mille, HTC-5895, de Campo Grande, que também estava parado. O homem bateu a cabeça no veículo e foi socorrido já desacordado. Ele foi encaminhado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Universitário, mas não resistiu e morreu no caminho.

O técnico de telefonia José Carlos, de 45 anos, dirigia a Strada e contou que na frente dele estavam parados o Uno, um Fiat Punto e uma caminhonete. “O motociclista veio na nossa direção e tentou frear, mas bateu na traseira do meu carro, com o impacto acabei colidindo com a caminhonete que estava na minha frente”, lembra Carlos, que não teve ferimentos.

A família da vítima foi até o local do acidente para recolher a motocicleta e relatou à equipe do Jornal Midiamax que João havia comprado o veículo há apenas dois meses. O caso foi registrado pela BPTran (Batalhão da Policia Militar de Trânsito). A perícia da Polícia Civil esteve no local para fazer os levantamentos que vão dar base à investigação.

Jornal Midiamax