Polícia

Moradores denunciam falta de policiamento e ‘bang-bang’ em bairro da Capital

Um tiro atingiu o portão da casa de um vizinho

Renata Portela Publicado em 24/11/2015, às 11h01

None
img-20151124-wa0015.jpg

Um tiro atingiu o portão da casa de um vizinho

Moradores do Jardim Noroeste, bairro localizado na região leste de Campo Grande, contaram ao Jornal Midiamax que falta policiamento na região. Everton Teodoro de Freitas, de 28 anos, o 'Pelé', foi morto com três tiros na cabeça na madrugada desta terça-feira (24), na Rua Bartolomeu Mitri.

O pedreiro de 49 anos, que mora nas proximidades do local onde ocorreu o crime, contou que ele e a esposa se preparavam para dormirem quando ouviram os disparos. “Foi um verdadeiro bang-bang”, disse o morador, que vive há 8 anos no Jardim Noroeste.

Ainda segundo o casal, eles ouviram vários disparos, além da confusão e se assustaram quando ouviram o barulho de um dos tiros atingindo o portão da casa deles. O pedreiro também disse que, desde que se mudou para o bairro, convive com essa situação de risco. “Dificilmente vemos a polícia fazendo rondas por aqui”, afirma.

Segundo os moradores, equipes policiais passam nas proximidades, para irem até o presídio que fica próximo, mas poucas vezes são vistas viaturas fazendo rondas pelo bairro.

Homicídio

Segundo a polícia, Everton estava encostado em uma moto conversando com amigos na Rua Bartolomeu Mitri, esquina com a Rua Dom João VI, quando chegaram dois homens em um Corsa branco. Um dos suspeitos desceu e atirou sete vezes contra Everton.

Três disparos acertaram a cabeça da vítima. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas quando chegou ele já estava morto. A polícia encontrou na agenda do celular de Everton um número que estava identificado como 'Corsa'. Testemunhas acreditam que o crime esteja ligado ao tráfico de drogas.

Everton tem diversas passagens por tráfico de drogas, porte de ilegal de arma de fogo e roubo. O caso foi registrado como homicídio na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, que vai investigar o crime.

Jornal Midiamax