Polícia

Marido diz que mulher estava ‘possuída’ antes de ser encontrada morta

Vítima estava caída com um travesseiro no rosto 

Midiamax Publicado em 21/11/2015, às 12h50

None
delegacia_de_fatima_do_sul.jpg

Vítima estava caída com um travesseiro no rosto 

Teresinha de Souza Vargas, 51 anos, foi encontrada morta com um travesseiro no rosto e um corte na testa no Assentamento Quero-Quero, em Jardim, a 239 quilômetros de Campo Grande. O marido disse que ela estava ‘possuída’ por demônios e tentou enforcá-lo.

Conforme conta no boletim de ocorrência, o marido disse que durante a madrugada deste sábado (21) disse que acordou assustado com a mulher tentando enforcá-lo. Ele a focou com uma lanterna e conseguiu se desvencilhar dela.

Ele levantou, acendeu a luz e viu que a vítima estava diferente, ‘possuída’ por espíritos . De acordo com o marido, ele começou a orar até ela se acalmar e ir para o quintal. Em seguida ele foi dormir com a filha na outra cama, momento que Teresinha entrou e foi em direção aos dois.

Com medo de a mulher fazer mal a filha deles, ele se trancou com a criança no banheiro. Após a situação acalmar, ele retornou ao quarto e pai e filha voltaram a dormir. Depois de algum tempo ele acordou assustado e focou com uma lanterna a cama do casal e viu que a mulher não estava.

Ao descer da cama para procurá-la, esbarrou em Teresinha com um travesseiro no rosto. O marido acionou o Corpo de Bombeiros que, segundo ele, o orientou para que a levasse para o hospital porque naquele momento não poderiam atendê-los.

A mulher deu entrada no hospital por volta das 3h20, onde o médico plantonista conformou a morte e um corte na testa. O corpo foi encaminhado para o IML (Instituto Médico-Legal) para exame necroscópico.

O caso foi registrado como morte a esclarecer na 1ª DP (Delegacia de Polícia Civil) do município que vai investigar o crime. 

Jornal Midiamax