Polícia

Ladrão diz ser pai de 3 filhos e pede calma à vítima por não ser estuprador

A mulher teve a casa invadida e foi amordaçada

Renata Portela Publicado em 08/07/2015, às 15h30

None
depac_piratininga_-_mj_1.jpg

A mulher teve a casa invadida e foi amordaçada

Na manhã desta quarta-feira (8), duas mulheres, de 20 e 25 anos, foram vítimas de roubo. Elas estavam em casa no momento do crime, no Bairro Guanandi, região sudoeste da Capital.

De acordo com a ocorrência registrada na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga, a jovem de 25 anos se deparou com o assaltante por volta das 9 horas, quando abriu a porta dos fundos da casa. Segundo a vítima, ele estava com uma camiseta no rosto e armado com um facão.

O homem ameaçou a moça e ordenou que ela e a outra vítima, de 20 anos, fossem até o quarto, onde foram amordaçadas e amarradas. Ainda, ao sair do quarto, o homem disse para a vítima não gritar, pois ele não era estuprador, e sim um ladrão pai de três filhos, que só queria roubar alguns objetos.

Ainda segundo depoimento da jovem, o assaltante disse que o celular dela estaria dentro do banheiro e que, quando ela se soltasse, poderia pegar. A informação é de que o rapaz é alto, moreno, usava boné, calça jeans e casaco escuro e aparentava ter 25 anos. Ele fugiu levando uma câmera fotográfica, dinheiro, notebook, relógio de pulso e um celular.

Jornal Midiamax