Jovem que disse ter feito ‘pacto com o diabo’ morreu por envenenamento

Ele estava depressivo
| 14/09/2015
- 17:37
Jovem que disse ter feito ‘pacto com o diabo’ morreu por envenenamento

Ele estava depressivo

Daniel Pedro da Silva, de 23 anos, que morreu na noite de sexta-feira (11) depois de dizer que tinha feito um ‘pacto com o diabo’, foi vítima de envenenamento. O caso é investigado pela Polícia Civil de Sonora, cidade a 351 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pela PM (Polícia Militar) no dia da morte do rapaz, ele estava bastante perturbado e dizia que tinha feito ‘pacto com o diabo’. Segundo informações da Polícia Civil, Daniel ingeriu veneno, por volta das 15 horas, por isso passou mal e morreu, já no hospital. Ainda não há informação de qual veneno ele tomou, mas os policiais foram avisados de que ele já estava perturbado havia alguns dias e também depressivo.

O caso

Na manhã de sexta-feira, a PM foi acionada para ir até a casa de Daniel Pedro, pois ele estava muito agressivo. Quando os policiais chegaram ao local, o rapaz pulou o muro e fugiu. Já por volta das 10 horas, ele foi encontrado em um matagal e dizia que morreria naquele dia, pois tinha feito um ‘pacto com o diabo’.

Por volta das 15 horas, a vítima foi novamente localizada e estava agitada e suando frio, ainda afirmando que morreria. Daniel foi encaminhado para o hospital, onde foi medicado e liberado em seguida. De acordo com o relato dos policiais, o rapaz passou mal em casa novamente, chegou a defecar sangue e foi encaminhado novamente para o hospital, onde morreu. Segundo familiares, o jovem não era usuário de drogas.

Veja também

Plano de resgate do líder do PCC acabou frustrado pela deflagração da Operação Anjos da Guarda

Últimas notícias