Polícia

Homem encontrado morto na MS-040 é suspeito de ‘atravessar’ carros roubados

A vítima foi encontrada com ferimentos de tiros

Midiamax Publicado em 05/11/2015, às 21h41

None
4a_dp_-_la.jpg

A vítima foi encontrada com ferimentos de tiros

A Polícia Civil investiga o envolvimento do motorista Cláudio Luiz da Silva, de 40 anos, encontrado morto por populares na manhã de segunda-feira (2), com o transporte de veículos roubados, ou furtados, para o Paraguai. A vítima foi encontrada com três ferimentos de arma de fogo as margens da MS-040, zona rural de Campo Grande.

De acordo com o delegado titular da 4ª Delegacia de Polícia Civil, Sérgio Luiz Duarte, a principal suspeita é que Cláudio pegava veículos nos estados vizinhos, como São Paulo e Brasília, e os levava para a fronteira.

Com isso, a polícia trabalha com a hipótese que o crime tenha sido motivado por acerto de contas, ou desentendimentos entre os envolvidos no esquema. “Essas informações ainda serão apuradas, a fim de comprovar as suspeitas”, explica Duarte.

Segundo a família do motorista, por volta das 20 horas do domingo (1º) a vítima saiu de casa para supostamente fazer uma viagem até São Paulo e não deu mais notícias. “A mulher dele contou para nossa equipe que ele não queria viajar, mas foi mesmo assim”, lembro o delegado.

Ainda conforme Sérgio, outra pessoa teria seguido viagem com ele. Silva foi morto aparentemente com dois tiros nas costas e um na cabeça e a polícia espera o laudo da perícia para saber se ele foi assassinado no local ou ‘desovado’ na MS-040. O caso foi registrado como homicídio simples.

Homicídios

Desde o dia 1º de janeiro deste ano 12 casos de homicídio foram registrados na 4ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande. Onze deles foram resolvidos pela equipe de investigação, que agora se empenha para encontrar os autores da morte de Cláudio. “Estamos ouvindo testemunhas e em breve chegaremos aos autores do crime”, conclui Sérgio.

Jornal Midiamax