Polícia

“Hoje não vai ter pagode”: Operação prende pagodeiro envolvido com tráfico

Um dos presos fazia parte de um grupo de pagode

Wendy Tonhati Publicado em 22/05/2015, às 16h52

None
policia_ilustrativa-gw.jpg

Um dos presos fazia parte de um grupo de pagode

A Polícia Civil prendeu dois homens por suspeita de tráfico de drogas em Paranaíba, a 407 quilômetros de Campo Grande. Para desarticular o esquema de venda de entorpecentes, foi deflagrada a operação “Hoje não vai ter pagode”, já que um dos envolvidos pertence a um grupo musical da região.

As prisões ocorreram na quarta-feira (20), após seis meses de investigações e foram divulgadas pela Polícia Civil nesta sexta-feira (22).

O principal suspeito de realizar o tráfico de drogas era Marcus Vinicius Fernandes dos Santos, de 21 anos, mais conhecido como “Marquinhos Pagodeiro”. 

Após descobrir que “Marquinhos Pagodeiro” buscaria uma quantidade de drogas para vender, os policiais iniciaram a operação “Hoje não vai ter pagode”. A polícia seguiu o suspeito, que foi encontrado pesando uma quantidade de droga junto com Julio Gonçalves dos Santos, de 36 anos.  

Com eles, foram apreendidos 5,3 quilos de maconha. Julio já havia sido preso por estelionato e por falsificação de documentos. 

Jornal Midiamax