Polícia

Garçom que matou jovem com 23 golpes de tesoura é julgado na Capital

O crime teria ocorrido por conta de uma discussão

Diego Alves Publicado em 23/06/2015, às 23h39

None
pantanal.jpg

O crime teria ocorrido por conta de uma discussão

O garçom Jorge Armando Vieira Júnior, de 36 anos, que matou a garota de programa Kátia Loup Pereira, de 20 anos, com 23 golpes de tesoura e faca, será julgado pela 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, na manhã desta quarta-feira (24), na Capital. Após o crime, Jorge deu uma facada contra o próprio peito.

O crime aconteceu entre a noite do dia 26 e a madrugada do dia 27 de janeiro de 2014, na Wiskeria Pantanal, que estava fechada por conta de férias coletivas. Jorge estava sozinho no local, trabalhando como segurança e resolveu contratar o programa da jovem que era de Ladário e estava em Campo Grande.

O crime teria sido causado após discussão, pelo fato de Jorge ter dito que não tinha dinheiro para pagá-la. O autor então teria amarrado Kátia e passado a golpeá-la na região da nuca, costas e tórax até causar sua morte. Após o crime, o garçom tentou se suicidar.

No dia do crime, o proprietário da casa, Neto Andrade, foi até o local e teve que arrombar a porta para entrar já que ninguém o atendeu, e, posteriormente encontrou os corpos no chão. Kátia já estava morta, e Jorge foi levado para atendimento na Santa Casa.

Jornal Midiamax